CONTRIBUIÇÕES DA FAMÍLIA NA APRENDIZAGEM ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO COM ALUNOS DO 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I

Catiuscha Demétrio da Silva Pitombo, Raquel Pereira da Silva Santos, Sabrina Azevedo Ribeiro, Charlene Carneiro Quinto dos Santos

Resumo


A presente pesquisa intitulada: contribuições da família na aprendizagem escolar: um estudo de caso com alunos do 2º ano do ensino fundamental I buscou investigar como a família pode contribuir na aprendizagem escolar da criança, refletindo ainda sobre a influência da parceria família-escola na prevenção das dificuldades de aprendizagem, propondo também estratégias de intervenção para amenizar as possíveis dificuldades de aprendizagem consequentes da ausência do acompanhamento familiar na vida escolar da criança. Para tanto esteve ancorada nos estudos de Fernández (1990), Ferreiro e Teberosky (2007), Wadsworth (2003), Smith e Strick (2001), Scoz (2007), Fonseca (2004), Velasques (2004), Rabelo (1993), entre outros pesquisadores. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo utilizando como instrumentos para coleta de dados a entrevista semi-estruturada e questionário com questões abertas e fechadas. A análise dos dados foi orientada pelas seguintes categorias de análise: Acompanhamento da família na vida escolar e estímulos para a aprendizagem como mecanismo para minimizar as dificuldades de aprendizagem. Os resultados principais revelaram que a ausência de acompanhamento dos pais na vida escolar dos filhos pode desencadear dificuldades de aprendizagem, a começar pela dificuldade para realizar as atividades escolares e manifestação de comportamentos imaturos considerando os aspectos sócio-afetivo-cognitivos. 


Palavras-chave


Aprendizagem escolar. Família. Dificuldades de aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Referências


FERNÁNDEZ, Alicia. A inteligência aprisionada: abordagem psicopedagógica clínica da criança e sua família. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

GUEDES, Meibel Mello. Quem ama ensina. 2. Ed. Curitiba: M.M. Guedes & CIA. LTDA. ME, 2008.

WHITE, Ellen G. Fundamentos da educação cristã: instruções para o lar, a escola e a igreja. 2. Ed. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2007.

SCOZ, Beatriz. Psicopedagogia e realidade escolar: o problema escolar e de aprendizagem. 14. Ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

WADSWORTH, Barry J. Inteligência e afetividade da criança na teoria de Piaget. Tradução de Esméria Rovai. 5. Ed. São Paulo: Pioneira Thomson, 2003.

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: introdução aos parâmetros curriculares nacionais/ Secretária de Educação Fundamental. 2. Ed. Brasília: DP&A, 2000.

FERREIRO, Emília; TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artmed, 2007.

FONSECA, Vitor. Dificuldades de Aprendizagem: Abordagem Neuropsicológica e Psicopedagógica ao Insucesso Escolar. Lisboa: Âncora, 2004.

VELASQUEZ, Maria Gabriela. Teoria e Prática do Ensino da Leitura. In Lopes J., Velasquez, M.G., Fernandes, P.P. & Bártolo, V. N. Aprendizagem, Ensino e Dificuldades da Leitura. 1. Coimbra, Quarteto, 2004.

REBELO, José Augusto Silva. Dificuldades da Leitura e da Escrita em Alunos do Ensino Básico. Porto: Edições Asa, 1993.

BIANCHINI, Luciane Guimarães Batistella et al. Psicopedagogia: reflexões sobre família e escola. Curitiba: CRV, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS PARA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA 1979 - 2017 | BR 101 KM 197 | CAIXA POSTAL 18 | CACHOEIRA - BAHIA | +55 (75) 3425 - 8000