TERAPIA HORMONAL NA COMPOSIÇÃO CORPORAL, PERFIL LIPÍDICO, FUNÇÃO PULMONAR E DENSIDADE ÓSSEA DE HOMENS TRANSGÊNEROS

Autores

  • Erica Feio Carneiro Nunes Universidade do Estado do Pará
  • Jessyca Alves das Neves Costa
  • Glaucia Andréa Santana da Silva
  • Angélica Homobono Nobre

Resumo

Introdução. A terapia com testosterona possui vários efeitos desejados, bem como efeitos indesejados e desconhecidos. Estes últimos estão descritos como colesterol HDL reduzido, triglicerídeos aumentados e um possível aumento da densidade mineral óssea. Objetivo. Verificar a influência da terapia hormonal na composição corporal, perfil lipídico, função pulmonar e densidade óssea de homens transgêneros. Métodos. Estudo observacional, transversal e de caráter quantitativo, aplicado em homens transgêneros do Ambulatório Transexualizador de Belém/PA sob tratamento hormonal há pelo menos 1 ano e mulheres cisgênero do mesmo município. Os voluntários realizaram exames de espirometria, exames laboratoriais e densitometria óssea. Resultados. Participaram 60 voluntários, divididos em Grupo experimental (GE) e Grupo Controle (CG). Houve um aumento significativo no Índice de Massa Corporal em comparação com os valores basais, diminuição no HDL (High Density Lipoprotein- Lipoproteína de Alta Densidade) e aumento do LDL (Low Density Lipoprotein- Lipoproteína de Baixa Densidade), significativamente. Houve um aumento significativo dos níveis de triglicerídeos e colesterol após 12 meses de tratamento. Nenhuma diferença significante foi encontrada da Densidade Mineral Óssea (DMO) basal na coluna lombar e no colo do fêmur depois de 12 meses de terapia, ressalvado a DMO do quadril. Na espirometria, o  índice de Tiffeneau do GE foi 75% acompanhado de alteração negativa significante da Capacidade Vital Forçada em relação ao GC,porém ainda dentro do valor previsto de normalidade.  Conclusão. A administração de testosterona exógena para homens transgêneros foi associada a alterações na composição corporal, perfil lipídico, função pulmonar e Estudos são necessários para avaliar os riscos a longo prazo da terapia de testosterona

Publicado

2020-04-20

Como Citar

Carneiro Nunes, E. F., Costa, J. A. das N., da Silva, G. A. S., & Nobre, A. H. (2020). TERAPIA HORMONAL NA COMPOSIÇÃO CORPORAL, PERFIL LIPÍDICO, FUNÇÃO PULMONAR E DENSIDADE ÓSSEA DE HOMENS TRANSGÊNEROS. Revista Brasileira De Saúde Funcional, 10(1), 49. Recuperado de http://seer-adventista.com.br/ojs3/index.php/RBSF/article/view/1201