AVALIAÇÃO CLÍNICA DO USO TÓPICO DO CRANBERRY 0,05% NO pH E CAPACIDADE DE TAMPONAMENTO SALIVAR EM PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS

Autores

  • Marcia Otto Barrientos Faculdade Adventista da Bahia
  • Jeisielle Barreto Faculdade Adventista da Bahia
  • Karina Trindade Faculdade Adventista da Bahia
  • Vinicius Torregrossa Faculdade Adventista da Bahia
  • Samia Souza Faculdade Adventista da Bahia

Resumo

Introdução: Frente às alterações na qualidade salivar, comumente exibidas por pessoas com deficiência, a opção de utilizar agentes químicos fitoterápicos como coadjuvantes às ações de promoção em saúde bucal surge como uma opção promissora para o controle do biofilme bucal sem eventos adversos significativos reportados.

Objetivo: Esse foi um ensaio clínico não controlado que avaliou a ação tópica do gel de cranberry 0,05% sobre a qualidade salivar em pessoas com deficiência.

Metodologia: Foram recrutados 25 pacientes, que tiveram a sua participação consentida através de seus representantes legais. O gel de cranberry 0,05% foi aplicado na face vestibular de todos os dentes presentes, 1x/dia, por um período de 1-2 semanas, não sendo necessário enxágue após a aplicação. As amostras de saliva não-estimulada foram coletadas antes do início das aplicações e após duas semanas de uso contínuo do gel para análise da capacidade de tamponamento e pH. De forma comparativa, o mesmo grupo de pacientes foi submetido a novas análises salivares obtidas antes e após três meses de instruções de higiene bucal e orientações de dieta.

Resultados: Após a aplicação tópica do gel de cranberry 0,05%, observou-se um aumento de 24,0% para 40,0% dos pacientes com pH ideal da saliva (6,8 – 7,2) e uma redução de 50,0% dos indivíduos que possuíam pH ácido (pH<6,8). Cerca de 56% dos PcD tiveram sua CTS aumentada. A intervenção mecânica, através de medidas de promoção de higiene bucal, não gerou mudanças estatisticamente significativas no pH salivar, porém gerou elevação dos valores de CTS em 100% dos pacientes.

Conclusão: O gel de cranberry 0,05% avaliado revelou-se um recurso promissor na recuperação da qualidade salivar.

Biografia do Autor

Marcia Otto Barrientos, Faculdade Adventista da Bahia

Saúde - bioquímica, farmacologia, psicofarmacologia, química, farmácia.

Publicado

2020-09-03

Como Citar

Barrientos, M. O., Alves da Anunciação Barreto, J., Melo Trindade, K., Rabelo Torregrossa, V., & Ramos Souza e Souza, S. (2020). AVALIAÇÃO CLÍNICA DO USO TÓPICO DO CRANBERRY 0,05% NO pH E CAPACIDADE DE TAMPONAMENTO SALIVAR EM PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS. Revista Brasileira De Saúde Funcional, 11(1), 71-82. Recuperado de http://seer-adventista.com.br/ojs3/index.php/RBSF/article/view/1278