SAÚDE BUCAL DOS ALUNOS RESIDENTES NA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA: INFLUÊNCIA DO DISTANCIAMENTO SOCIAL PELA COVID-19

Autores

  • Angelica de Almeida Silva FADBA
  • Vitoria Lima Rocha Faculdade Adventista da Bahia
  • Raquel Cristina Silva de Jesus
  • Samia Ramos Souza e Souza Faculdade Adventista da Bahia
  • Juan Barrientos Faculdade Adventista da Bahia
  • Marcia Otto Barrientos Faculdade Adventista da Bahia https://orcid.org/0000-0001-5603-2448

Resumo

Introdução: O novo coronavírus (SARS-CoV-2), se propagou pelo mundo desde dezembro de 2019 levando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar pandemia da síndrome respiratória aguda (COVID-19). No dia 25 de fevereiro de 2020 foi anunciado o primeiro caso de COVID-19 no Brasil. Como medida de proteção, o distanciamento social foi adotado pelo país no dia 20 de março. A Faculdade Adventista da Bahia (FADBA) estabeleceu medidas preventivas contra a COVID-19. Um novo protocolo foi desenvolvido para aqueles que decidiram permanecer na instituição durante o distanciamento, gerando mudanças na rotina diária e nos hábitos dos residentes. Objetivo: Verificar se as mudanças na rotina diária trouxeram consequências nos hábitos de higiene bucal e na saúde oral dos residentes da Faculdade Adventista da Bahia, no período de distanciamento por COVID-19. Materiais e métodos: Pesquisa transversal, quantitativa, realizada por meio de questionários autoadministrados aos resistentes da FADBA. Resultados: A maioria expressiva dos participantes afirmou que sua rotina diária alterou com o distanciamento.   A frequência e o padrão alimentar, assim como os hábitos de higiene oral e a qualidade da saúde bucal não apresentaram mudanças significativas. Conclusão: A rotina diária dos residentes da FADBA passou por mudanças durante o distanciamento social, contudo, tais mudanças não alteraram os hábitos alimentares, hábitos de higiene oral e a qualidade de saúde bucal.

Palavras-Chaves: Saúde bucal. Higiene bucal. Coronavírus. Pandemia. Estilo de vida.

Biografia do Autor

Marcia Otto Barrientos, Faculdade Adventista da Bahia

Doutoranda em IMUNOLOGIA - UFBA. Mestre em CIÊNCIAS, área de concentração - Química para agricultura e ambiente - CENA/USP. Especialista em QUÍMICA - Universidade Federal de Lavras - UFLA e em DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR - FACIMED. Bacharel em FARMÁCIA pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica do Espírito Santo-FAFABES e com licenciatura plena em QUÍMICA pela Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal-FACIMED. Atualmente é professora na Faculdade Adventista da Bahia - FADBA. Na experiência do ensino consta no ensino superior (UNIR, FSP, FAROL, FACIMED, FADBA) e ensino médio (Colégio Clarice Lispector, Governo do Estado de Rondônia e IAENE). Na área de farmácia, foram 19 anos, com ênfase em Farmácia Comunitária e Administração de Farmácias. Atualmente pesquisa a associação de variantes genéticas com doença periodontal através de ampla varredura genômica - GWAS -em uma população de Salvador/BA

Publicado

2020-12-21

Como Citar

de Almeida Silva, A., Lima Rocha, V., Silva de Jesus, R. C., Ramos Souza e Souza, S., Barrientos Nava, J. R., & Otto Barrientos, M. (2020). SAÚDE BUCAL DOS ALUNOS RESIDENTES NA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA: INFLUÊNCIA DO DISTANCIAMENTO SOCIAL PELA COVID-19. Revista Brasileira De Saúde Funcional, 12(1), 4. Recuperado de http://seer-adventista.com.br/ojs3/index.php/RBSF/article/view/1319