ASSÉDIO MORAL DOS DISCENTES DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA NO SEU AMBIENTE DE TRABALHO

Autores

  • HILMA DENIZ LESSA SILVA DENIZ LESSA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

Palavras-chave:

Universidade, Assédio moral, Administração, Discentes, Ambiente de trabalho.

Resumo

O assédio moral no ambiente do trabalho é um fenômeno que causa um dano moral para a vítima, sendo cometido no ambiente e nas relações de trabalho e a sua prática reiterada ou não, causa consequências para o assediado, pois a sua ocorrência é por meio de gestos, palavras e/ou atos que humilham ou constrangem o trabalhador, ferindo a sua dignidade humana. O presente trabalho propõe agrupar características dos alunos-trabalhadores do curso de Administração da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia no aspecto relacionado ao assédio moral nesses locais em que ocorre o estágio. O estudo sobre o tema ainda é recente e tem a sua importância, principalmente relativo às consequências para a vítima, o que sinaliza um maior aprofundamento na compreensão desse fenômeno tão nocivo a sociedade e as organizações. O objetivo é identificar as práticas de assédio morais ocorridas como também as consequências que essas práticas podem trazer para esses alunos. A metodologia utilizada foi uma pesquisa bibliográfica e o levantamento de dados por meio de um questionário, com a análise das respostas oferecidas por 27 alunos que estagiam em empresas de diferentes ramos e portes. Os resultados indicam a ocorrência de assédio moral no ambiente de trabalho em sua maioria praticado pelos líderes hierárquicos imediatos através da violência verbal e tendo como consequência doenças psicológicas.

 

 

Biografia do Autor

HILMA DENIZ LESSA SILVA DENIZ LESSA, UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

O assédio moral no ambiente do trabalho é um fenômeno que causa um dano moral para a vítima, sendo cometido no ambiente e nas relações de trabalho e a sua prática reiterada ou não, causa consequências para o assediado, pois a sua ocorrência é por meio de gestos, palavras e/ou atos que humilham ou constrangem o trabalhador, ferindo a sua dignidade humana. O presente trabalho propõe agrupar características dos alunos-trabalhadores do curso de Administração da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia no aspecto relacionado ao assédio moral nesses locais em que ocorre o estágio. O estudo sobre o tema ainda é recente e tem a sua importância, principalmente relativo às consequências para a vítima, o que sinaliza um maior aprofundamento na compreensão desse fenômeno tão nocivo a sociedade e as organizações. O objetivo é identificar as práticas de assédio morais ocorridas como também as consequências que essas práticas podem trazer para esses alunos. A metodologia utilizada foi uma pesquisa bibliográfica e o levantamento de dados por meio de um questionário, com a análise das respostas oferecidas por 27 alunos que estagiam em empresas de diferentes ramos e portes. Os resultados indicam a ocorrência de assédio moral no ambiente de trabalho em sua maioria praticado pelos líderes hierárquicos imediatos através da violência verbal e tendo como consequência doenças psicológicas.

 

Palavras-chave: Universidade, Assédio moral, Administração, Discentes, Ambiente de trabalho.

 

Referências

AGUIAR, André Luiz Souza. O assédio moral e a precarização das relações de trabalho. 2015, 300 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais). Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 mar. 2019.

ALKIMIN, Maria Aparecida. Assédio moral nas relações de emprego. Curitiba/PR: Juruá Editora, 2005.

ANTUNES, José. Assédio moral no trabalho: revendo a evidência. Psicologia, Saúde e Doenças, Lisboa, v. 18, n. 3, p. 669-680, 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

ARENAS, Marlene Valério dos Santos. Assédio moral e saúde no trabalho do servidor público do judiciário: implicações psicossociais. 2013. 341 f. Tese (Doutorado em Administração) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2019.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

BARRETO, Margarida Maria Silveira. Uma jornada de humilhação. 2000, 273 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2000.

______. Assédio moral: violência psicológica que põe em risco sua vida. São Paulo: SINQUIMSP, n. 6, 2001 (Coleção Saúde do Trabalhador).

BELMONTE, Alexandre Agra. Assédio moral no trabalho. Justiça & Cidadania, n. 137, p. 40, jan. 2012. Rio de Janeiro: Editora JC. Disponível em: . Acesso em: 7 mai. 2019.

BERGANTIN, Emileni Cristina da Silveira. O assédio moral e suas consequências para o assediado. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XIX, n. 145, fev. 2016. Disponível em: . Acesso em: 5 mai. 2019
BERNARDIM, Márcio Luiz. Estágio: da interface entre a escola e o mercado à configuração de uma relação de trabalho de novo tipo. Emancipação, Ponta Grossa, v. 10, n. 2, p. 479-499, 2010. Disponível em: . Acesso em: 5 mai. 2019.

BRASIL. Lei nº. 11.788 de 25 de setembro de 2008 que dispõe sobre o estágio de estudantes. Brasília: 2008.

BRASIL. Resolução CNE/CES 4/2005. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração, bacharelado.

COSTA, Isabelle Cristinne Pinto; COSTA, Solange Fátima Geraldo da; ANDRADE, Cristiani Garrido de; OLIVEIRA, Regina Célia de; ABRAÃO, Fátima Maria da Silva; SILVA, Carlos Roberto Lyra da. Produção científica acerca de assédio moral em dissertações e teses no cenário brasileiro. Rev. Esc. Enferm. USP, n. 49, v. 2, p. 267-276. Disponível em: . Acesso em: 9 mai.
COSTA, Paula Fernandes da. Assédio moral no ambiente de trabalho. 2015, 62 f. Trabalho de Conclusão do Curso (Bacharel em Direito) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande, 2015. Disponível em: . Acesso em: 9 mai. 2019.

FERREIRA; Hádassa Dolores Bonilha. Assédio moral nas relações de trabalho. Campinas: Russel, 2004, p. 37.
GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

______. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. Atlas, São Paulo, 2002.

______. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 2008.

______. Como elaborar projeto de pesquisa. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GONÇALVES, Carlos José. Assédio moral no ambiente de trabalho. Disponível em: . Acesso em: 5 mai. 2019.

GOUVEIA, Eloise Maria de Lima; COSTA, Solange Fátima Geraldo da; LEITE, Alice Iana Tavares; SOUTO, Marcella Costa; CAHÚ, Graziela Pontes Ribeiro, FONSÊCA, Leila de Cássia Tavares da. Assédio moral: compreensão de estudantes de enfermagem.Rev. Enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 161-166, abr./jun. 2012.Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2019.

HELOANI, Roberto. Assédio Moral - um ensaio sobre a expropriação da dignidade no trabalho. RAE-eletrônica, v. 3, n. 1, art. 10, jan./jun. 2004.Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2019.
HIRIGOYEN, Marie-France. Assédio moral: a violência perversa no cotidiano. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 2000.

______. Mal-estar no trabalho: redefinindo o assédio moral. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 2002.

JACOBY, Alessandra Rodrigues; MONTEIRO, Janine Kieling. MobbingofWorkingStudents. Paidéia, v. 24, n. 57, p. 39-47, jan./abr. 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2019.
LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 1991.

______. Técnicas de pesquisa. 3. Ed. São Paulo: Atlas, 1999.
Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo, 2006.

MALHOTRA, Naresh K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MARTINS, Antero Arantes; GALLIANO, Bárbara Borges. Assédio moral no ambiente do trabalho. Disponível em: . Acesso em 10 mai. 2019.

MELO, Raul Henrique; MELO, Ruana Bezerra; ISAÍAS, Stéfani Linhares. A evolução histórica do assédio moral nas relações de trabalho no Brasil e no mundo. 2017. Disponível em: . Acesso em: 5 mai. 2019.

MIKOS, Nádia Regina de Carvalho; BARACAT, Eduardo Milléo. Assédio moral: características e prevenção. In:Âmbito Jurídico, Rio Grande, XIV, n. 90, jul. 2011. Disponível em: . Acesso em: 9 mai. 2019.

OMS. Sensibilizando sobre el Acoso psicológico en el trabajo. Disponível em:

PICONEZ, S. B. (coord.) A prática de ensino e o estágio supervisionado. 8ed. Campinas: Papirus, 1991.

SILVA, Cidália Santos. Análise da figura do assédio moral: doença de trabalho ou acidente do trabalho? 2012. 125 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade de Minho. 2012. Disponível em: .Acesso em: 10 mai. 2019.

VASCONCELOS, Yumara Lúcia. Assédio moral nos ambientes corporativos. Cad. EBAPE.BR, v. 13, n. 4, p. 824-851, art. 9, Rio de Janeiro, out./dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 9 mai. 2019.

ZABALZA, M. A. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2004.

ZANETTI, Robson. Assédio moral no trabalho. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2019.

Publicado

2020-01-17

Como Citar

LESSA, H. D. L. S. D. (2020). ASSÉDIO MORAL DOS DISCENTES DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA NO SEU AMBIENTE DE TRABALHO. Revista Formadores, 12(8), 24. Recuperado de http://seer-adventista.com.br/ojs3/index.php/formadores/article/view/1239