INFLUÊNCIA DO USO DO SMARTPHONE NA ANSIEDADE E DEPRESSÃO

Autores

  • Julyana Pereira de Andrade Universidade de Gurupi - UNIRG
  • Borges, AJM Faculdade Adventista da Bahia
  • Silva, GA Faculdade Adventista da Bahia
  • Patrício, DS Faculdade Adventista da Bahia https://orcid.org/0000-0002-7804-472X

Resumo

Introdução:

A literatura atual evidencia que, ao penetrarem em nossas vidas, inovações tecnológicas, como smartphonese internet, proporcionam consideráveis transformações psicológicas. Entre as faixas etárias que mais “consomem” conteúdo nos smartphones estão os jovens. Esse é o segmento da população que se mostra mais sujeito à análise das mudanças no tocante ao consumo midiático. Esta mudança de comportamento pode trazer consequentes impactos significativos na postura destes jovens, seja na qualidade do sono ou no transtorno de ansiedade/depressão. Objetivo: Demonstrar a relação do uso excessivo do smartphone com a ansiedade e depressão em alunos da Faculdade Adventista da Bahia (FADBA).Método:Participaram do estudo 100 alunos dos cursos de saúde (nutrição, enfermagem, psicologia, fisioterapia e odontologia). Os dados iniciais foram obtidos e classificados, através da SAS, em dependentes (85%) e não dependentes (15%) e a variável depressão e distúrbios de ansiedade foram avaliadas pelo Inventário de Depressão de Beck (BDI) e o Inventário de Ansiedade de Beck (BAI). Conclusão: A dependência do uso do smartphone em estudantes do ensino superior ainda é leve, porém as escalas demonstram que existem sinais de ansiedade e depressão em boa parte da população. Assim, pode-se afirmar que, mesmo tendo dependência leve de aparelhos eletrônicos, os sinais de depressão e ansiedade são presentes, assim, mesmo tendo um uso moderado, o smartphone traz prejuízos emocionais aos estudantes acadêmicos. Devem ser considerados outros fatores concomitantemente ao uso de smartphone que influenciam na progressão das doenças emocionais

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Pereira de Andrade, J., Magalhães Borges, A., Araújo Silva, G., & Patrício, D. (2020). INFLUÊNCIA DO USO DO SMARTPHONE NA ANSIEDADE E DEPRESSÃO . Revista Brasileira De Saúde Funcional, 12(1), 77. Recuperado de https://seer-adventista.com.br/ojs3/index.php/RBSF/article/view/1271